Mamãe e Bebê 04 de Outubro de 2016

7 dúvidas sobre parto normal e cesárea


Muitas mulheres que pensam em ser mães ou até mesmo as que já estão gestantes têm dúvidas a respeito de qual tipo de parto é mais adequado. É comum que as grávidas procurem por informações, vídeos de parto normal e fotos na Internet. Para solucionar esses questionamentos, selecionamos as perguntas mais frequentes sobre o assunto e conversarmos com o ginecologista da Unimed Fortaleza, Dr. Márcio Alcântara, que respondeu a cada indagação.

Mulher grávida com dois sapatinhos azuis em cima da barriga

Confira 7 principais dúvidas a respeito do parto:

1 – Quais as vantagens do parto normal para a mãe e o bebê?

Dr. Márcio Alcântara – O fato de o bebê passar pelo canal de parto, após o trabalho de parto, ajuda no amadurecimento dos pulmões, além de reforçar seu sistema imunológico. A recuperação do parto vaginal, sem dúvidas, é mais rápida que uma cesárea. Embora o parto normal tenha riscos, ele se sobressai em relação à quantidade de benefícios, comparada à cesárea.

2 – Por que optar pelo parto normal ao invés da cesárea?

MA – A gravidez é uma adaptação do organismo. Há riscos de complicações, hipertensão, diabetes gestacional e todas essas situações podem ser agravadas em um procedimento cirúrgico. O retorno à alimentação imediata, por exemplo, mostra a superioridade do parto normal sobre o parto cesárea. Uma incisão e limitação no número de futuras gestações são alguns dos aspectos relacionados à cesárea. Quando você relaciona parto normal e cesárea no que diz respeito à melhor opção para se ter o bebê, o parto normal supera.

3 – Como se preparar para ter um parto normal?

MA – O parto normal envolve a imprevisibilidade. Não sabemos que horas começa, quando termina e quanto tempo dura. Entender que a dor faz parte do processo e trabalhar com métodos não farmacológicos que o HRU (Hospital Regional Unimed) oferece (enfermeira 24h treinada e habilitada, uso de escada para alongamento, banho de emersão para alívio da dor) são boas formas de se preparar para ter um parto normal. É possível, também, fazer uma analgesia de parto para alívio da dor.

4 – Parto normal dói mais do que cesárea?

MA – A dor do parto normal é crescente e ocorre durante todo o procedimento, principalmente na saída do bebê. Já a dor da cesárea tem início quando a analgesia passa, embora seja usada muita medicação para amenizar essa dor. Por isso, o parto normal dói mais que a cesárea, embora a dor seja subjetiva. Se uma paciente está preparada e tem vontade de ter parto normal, o psicológico dela deve estar convicto da decisão, o que ocasiona o alívio da dor.

Banner com uma imagem de um bebê no colo da mãe e a informação na cor branca "Saiba mais sobre o Espaço Parto Adequado" no fundo verde ao lado

5 – O parto normal alarga o canal vaginal?

MA – Não alarga, mas temos que pensar que tem um objeto, no caso, a cabeça do bebê passando por um trajeto que é o canal de parto e esse canal de parto é constituído por músculos e ele pode se estender, mas nada que uma fisioterapia prévia e um preparo não resolvam. No caso de fetos grandes, acima de 4 kg, podem levar à extensões maiores do perímetro, mas isso não diminui os benefícios do parto normal.

6 – Como se preparar para o parto humanizado?

MA – A mulher e a família têm que ser bem assistidas com obstetra, enfermeira-obstetra e demais profissionais que possam ajudar em seu processo de gestação, parto e pós-parto, com as orientações necessárias. O parto humanizado envolve a diminuição da dor, da ansiedade e de outros aspectos que visam dar uma melhor assistência para a mãe, bebê e família.

Assista: a cliente Patrícia Sampaio conta sua experiência com o Parto Adequado

7 – Como a Unimed está trabalhando para que seus usuários tenham um parto adequado?

MA – O HRU tem toda uma estrutura para as mulheres que desejam realizar parto vaginal ou cesárea.  O hospital dispõe de UTI Neonatal com dois neonatologistas, duas salas de parto, escada de ling, banho de imersão, cavalinho, bola, chuveiro com água quente e banheira descartável, som ambiente e iluminação com regulador luminosidade, dois obstetras, enfermeira-obstetra, workshops com uma equipe multidisciplinar com profissionais da área para orientar as gestantes, além de o HRU ser aberto para clientes, com agendamento prévio, conhecerem o ambiente em que é realizado o parto. O cliente liga para o número (85) 3277.7126 e faz um agendamento prévio. No dia da visita a pessoa é acompanhada por profissionais especialistas que mostram todo o ambiente do parto.

Mosaico com imagens das novas salas de parto do Hospital Regional Unimed

UF – Qual mensagem o senhor deixa para as futuras mamães sobre a escolha do parto?

MA – Nós temos uma geração que foi acostumada com cesárea. Voltar ao parto normal com a mulher e o bebê como protagonista, e com a família ao lado, é uma nova forma de filosofia de pensar e entender que a dor pode ser amenizada, assomaticamente, mas de forma psicológica quando a mãe está convencida dessa situação.

Banner com a informação na cor branca "Conheça a Oficina para Gestantes" no fundo vermelho com uma imagem de uma mulher grávida segurando sua barriga ao lado.

 

Papo Unimed: saiba mais sobre o parto humanizado

O Papo Unimed acontece mensalmente e tem o objetivo de aproximar a sociedade dos nossos profissionais de saúde, esclarecendo dúvidas frequentes e usando a Internet para deixar a informação mais acessível. No primeiro encontro, o tema abordado foi “Parto Normal e Parto Humanizado” e contou com a presença do ginecologista e obstetra, Dr. Luis Carlos Weyne. Confira abaixo o vídeo da transmissão completo e acompanhe mais vídeos se inscrevendo em nosso canal no Youtube.

Rodapé da página.