Mamãe e Bebê 06 de Setembro de 2016

8 sintomas da depressão pós-parto masculina


A depressão pós-parto não atinge apenas as mulheres, os recém-papais também podem desenvolver esse transtorno. Apesar de ser menos comum que a feminina, a depressão pós-parto masculina é igualmente séria e requer tratamento.

Homem segurando par de sapato de bebê nas mãos

Após a chegada do bebê à família, é normal que ele se torne o centro das atenções junto com a mãe, pois ambos demandam mais cuidados. Nesse contexto, é comum que os papais sintam-se deixados de lado, principalmente em casos de pais de primeira viagem, pois esses não possuem experiência com a situação.

Diferente da que ocorre na mulher, ela pode se manifestar mais tarde nos pais, geralmente após os três primeiros meses. É provável que essa depressão tardia seja porque nos primeiros meses tudo é novidade e o trabalho com o bebê é maior, porém com o passar do tempo a responsabilidade e a pressão para ser um bom pai só aumentam, o que pode gerar uma mudança de comportamento.

Os sintomas da depressão pós-parto em homens são os mesmos sintomas da depressão feminina, como:

  • Angústia;
  • Dores sem motivos aparentes;
  • Sentimentos de incapacidade;
  • Insônia frequente;
  • Ansiedade;
  • Distanciamento do bebê e da mãe;
  • Abatimento sem motivos aparentes;
  • A evolução do quadro pode levar a pensamentos de suicídio.

Esses sintomas são muitas vezes confundidos com abatimento ou tristeza, por isso é importante ficar atento ao comportamento do marido ou namorado após o parto. A depressão pós-parto feminina muitas vezes acaba desencadeando a depressão pós-parto no homem.

Combatendo a depressão: Conheça mais sobre o tratamento com antidepressivos.

Cura para depressão pós-parto

Homem segurando filha nos braços bem felizes

Depressão pós-parto em homens tem cura, para tanto, deve ser realizado o tratamento adequado com psicólogo e psiquiatra. A psicoterapia é indicada para tratar a origem da depressão e o tratamento medicamentoso para reduzir os sintomas,  a avaliação da necessidade de medicação deve ser feita pelo médico psiquiatra.

Dicas para aliviar a ansiedade

Além disso, alguns hábitos auxiliam no tratamento da depressão masculina, como uma alimentação saudável e a prática de exercício físico. Natália Carvalho, psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza, ressalta a importância do diagnóstico precoce, para minimizar os reflexos da depressão para a relação conjugal e para o bebê.

Entretanto, tem dificultado o diagnóstico da depressão pós-parto masculina questões culturais, visto que os homens muitas vezes não reconhecem e também não são reconhecidos em seu sofrimento. Por isso, a ajuda familiar é essencial, incluir o papai na rotina do bebê ajuda bastante.

Grupo DEZ – Depressão Zero

A Medicina Preventiva da Unimed Fortaleza possui o Grupo DEZ – Depressão Zero, voltado para pessoas que apresentam algum tipo de depressão. O grupo se reúne todas as quintas de 10h30 as 12h. Os interessados podem se inscrever por meio do número (85) 3208.2900, por e-mail no medicinapreventiva@unimedfortaleza.com.br ou acessando o formulário de inscrição.

Banner clicável de solicitação de proposta

Rodapé da página.