Cuidar de Você 07 de Junho de 2021

Cabelo caindo muito? Dermatologista indica 5 vitaminas para queda de cabelo intensa


Buscando dicas de vitaminas para queda de cabelo? Elas podem ser um excelente complemento para resolver o problema. Mas, quais são as mais indicadas? Confira as dicas de um médico dermatologista!

Mulher com queda de cabelo intensa

Perder de 100 a 150 fios de cabelo por dia é normal, mas, ao se deparar com muitos fios caídos no travesseiro, no chão ou na hora do banho, é importante investigar o que pode estar ocasionando a sua queda capilar.

O cabelo está muito relacionado à autoestima, por isso, existe a preocupação em mantê-lo sempre saudável e, mais do que isso, a queda intensa pode indicar que faltam nutrientes importantes no seu organismo.

Atingindo homens e mulheres, as queixas relacionadas à queda de cabelo aumentaram ainda mais durante a pandemia de Covid-19, tanto devido ao estresse quanto pelos efeitos adversos causados pela própria doença.

Além disso, fatores como alterações hormonais, medicamentos, uso de anticoncepcionais e o pós-parto, também podem causar o problema. Mas, então, o que fazer para diminuir a queda de cabelo?

5 vitaminas e nutrientes essenciais para queda de cabelo

O médico dermatologista da Unimed Fortaleza e especialista em dermatologia capilar, Dr. Januário Júnior, explica que as vitaminas para queda de cabelo funcionam como auxiliares, isto é, nem sempre elas tratam a causa da queda, mas ajudam a fortalecer e melhorar a qualidade do fio. Além delas, nutrientes e proteínas também são importantes no processo de complementação do cuidado capilar.

1. Vitamina do complexo B

As vitaminas B1, B2, B5, B6, B7, B9 e B12 fazem parte do complexo B e contribuem para a saúde do couro cabeludo, ajudam a regular e a produzir energia no organismo e fortalecem a saúde da pele, do intestino, do sistema nervoso e da imunidade.

A vitamina B12, também conhecida como cobalamina, é a principal quando tratamos da saúde capilar, pois participa de processos fundamentais no nosso organismo. Como o nosso corpo não produz as vitaminas B em quantidade suficiente, é essencial manter uma alimentação equilibrada.

Alimentos com vitamina B12:

  • Ovos;
  • Leites e derivados;
  • Ostras;
  • Peixes como atum e salmão.

2. Ferro

O ferro é um forte aliado no auxílio à queda de cabelo porque ajuda na oxigenação dos folículos capilares contribuindo para a resistência dos fios, além de combater a anemia, doença que pode ocasionar a queda de cabelo.

Alimentos ricos em ferro:

  • Fígado bovino;
  • Feijão;
  • Lentilha;
  • Grão-de-bico;
  • Beterraba;
  • Espinafre;
  • Couve-flor;
  • Nozes e amêndoas;
  • Tofu.

3. Zinco

O zinco auxilia na formação de queratina, na produção de colágeno e na multiplicação celular, contribuindo assim para o fortalecimento dos fios capilares.

Alimentos ricos em zinco:

  • Camarões;
  • Carne bovina e de frango.
  • Castanhas;
  • Sementes de abóbora;
  • Ostras.

4. Vitamina A

A vitamina A auxilia no crescimento capilar, desde que seja ingerida e não adicionada em shampoos e máscaras de hidratação. Ela também tem a função de fortalecer o sistema imunológico, garantir o bom funcionamento dos órgãos reprodutivos e manter a saúde da visão e da pele.

Fontes naturais de vitamina A:

  • Cenoura crua ou cozida;
  • Batata doce;
  • Espinafre crua ou cozida;
  • Manga;
  • Fígado de frango ou de vaca;
  • Óleo de fígado de bacalhau;
  • Ovos;
  • Leite de vaca;
  • Ameixa seca.

5. Vitamina C

A vitamina C também faz parte do grupo de vitaminas para queda de cabelo. Ela ajuda na produção de colágeno, hidrata, tem ação antioxidante e fortalece os fios capilares. A melhor forma de absorver vitamina C é por meio da alimentação natural.

Fontes naturais de vitamina C:

  • Laranja;
  • Limão;
  • Carambola;
  • Morango;
  • Mamão;
  • Kiwi;
  • Caju;
  • Tomate;
  • Pimentão.

Qual a melhor forma de tratar a queda de cabelo?

O Dr. Januário Júnior alerta para a importância de investigar a causa da queda capilar antes de começar qualquer tratamento.

“Como a queda de cabelo tem várias origens, não existe uma solução universal para ela. É preciso respeitar cada tipo de cabelo e entender o que está causando a queda para que o tratamento seja feito da forma mais adequada. As vitaminas para queda de cabelo não resolvem totalmente o problema, elas são complementares ao tratamento da causa original”, alerta o dermatologista.

O médico também pontua que assim como a falta, o excesso de vitaminas também pode fazer mal à saúde, por isso, o uso de vitaminas para queda de cabelo com fórmulas prontas precisa ser orientado por um profissional.

Como prevenir a queda de cabelo?

“A melhor prevenção da queda de cabelo é manter cuidados em relação à saúde do corpo e da mente. Ter boa alimentação, exames em dia, atividade física regular, evitar o estresse e ter a saúde mental em dia são formas de evitar a queda de cabelo”, ressalta Dr. Januário Júnior.

Confira 7 dicas para manter a saúde mental na pandemia

Outro cuidado que pode ajudar a evitar a queda de cabelo é entender qual seu tipo de cabelo, se mais oleoso ou seco, e utilizar produtos condizentes.

“Se você tem um couro cabeludo mais oleoso, será preciso lavar o cabelo com mais frequência e usar shampoo com menos fatores condicionantes, que deixam menos resíduos. Se o couro cabeludo é mais ressecado, já se permite o uso de shampoo com mais fatores condicionantes. Caso tenha tendência a caspas, é importante usar um shampoo anticaspa. Mas não existe um shampoo universal para queda de cabelo, tudo vai depender do tipo e, principalmente, do que está causando a queda”, orienta o dermatologista.

Consulte um dermatologista

Como são diversos os fatores que podem ocasionar o desgaste capilar, é importante que, ao sentir a queda intensa dos fios, você busque o quanto antes um especialista para recomendar o melhor tratamento para o seu caso. Assim, você saberá se será necessário investir em vitaminas para queda de cabelo e qual a quantidade diária a ser ingerida.

Na Unimed Fortaleza, você pode agendar uma consulta com nossos médicos especialistas utilizando o APP Cliente Unimed Fortaleza ou pelo nosso site, de forma rápida e prática!

Rodapé da página.