Cuidar de Você 18 de Agosto de 2020

Por que você não deve adiar o seu check-up geral? Preste atenção nesses 2 motivos!


Descubra quais são os exames mais solicitados para o check-up geral e que podem ajudar a rastrear e prevenir doenças, de acordo com a sua faixa etária, sexo e estilo de vida.

Dra. Morgana Pordeus realizando consulta médica para check-up geral

Você já pensou que era perda de tempo ir ao médico? É comum que com tantas responsabilidades para dar conta no dia a dia, homens e mulheres deixem o cuidado com a saúde um pouco de lado, ainda mais quando não há sintomas de nenhuma doença aparente.

Mas a verdade é que as visitas regulares ao médico podem fazer muita diferença na sua qualidade de vida por dois motivos simples: prolongam o seu bem-estar e previnem doenças. Dessa forma, o principal objetivo do check-up geral é avaliar como está a sua saúde.

Como fazer um check-up médico?

O check-up de rotina pode ser solicitado por um médico de sua confiança, como o especialista em Medicina de Família. É através de um diálogo entre você e seu médico que a necessidade da realização de exames é avaliada.

Na consulta, o médico poderá entender melhor sobre o seu estilo de vida por meio de perguntas sobre a sua alimentação, frequência de atividades físicas e bem-estar mental, por exemplo. Também faz parte da consulta de check-up geral verificar se o seu cartão de vacina está atualizado, por isso, lembre-se de levar o seu!

A Dra. Morgana Pordeus, médica especialista em Medicina de Família e Comunidade da Unimed Fortaleza, reforça que a avaliação médica individualizada é fundamental para definição de risco e análise da real necessidade de realização dos exames laboratoriais. Afinal, quantas vezes nos submetemos a exames desnecessários, que geram inconvenientes e que pouco nos dizem sobre o nosso real problema de saúde?

Quais são os principais exames?

Exames de sangue e dosagens hormonais

Eletrocardiograma

Exames oftalmológicos

Aferição de pressão arterial

Segundo o Ministério da Saúde, exames complementares podem ser recomendados para o rastreamento de outras doenças. Os mais comuns são:

Pesquisa de sangue oculto nas fezes

Recomendado para todas as pessoas, mesmo sem história familiar de câncer colorretal, na faixa etária entre 50 e 75 anos.

Exames para detectar infecções sexualmente transmissíveis (ISTs)

Recomendado para todas as pessoas sexualmente ativas que tiveram ou têm relações sexuais sem uso de preservativo.

Exames cardiovasculares

Para avaliar risco cardiovascular, ou seja, a probabilidade de ocorrer algum evento cardiovascular como infarto agudo do miocárdio ou acidente vascular cerebral (AVC).

Nesse caso, é necessário combinar informações sobre anamnese, exame físico, avaliados durante a consulta, além de exames laboratoriais que incluem colesterol e triglicerídeos para pessoas acima de 40 anos, sem fator de risco.

Além dos exames laboratoriais citados, também há uma série de avaliações específicas para o sexo feminino. Confira a seguir!

Papanicolau:

Deve ser realizada a partir dos 25 anos para mulheres sexualmente ativas, indo até os 64 anos. É recomendado especialmente para o rastreamento de câncer de colo de útero.

Ultrassom das mamas:

Solicitado quando há necessidade de detectar alguma alteração mamária. Saiba qual é o melhor período para realizar o ultrassom das mamas.

Mamografia:

É recomendado a cada 2 anos para todas as mulheres entre 50 e 69 anos, com o objetivo de detectar precocemente o câncer de mama. Caso a mulher tenha histórico familiar de câncer de mama (mãe, filhas ou irmãs), o rastreamento deve ser iniciado a partir dos 40 anos.

Clientes Unimed Fortaleza podem encontrar seu médico em nosso guia online

Quanto custa para realizar o check-up geral?

O valor gasto em uma bateria de exames pode variar de acordo com a quantidade e o tipo de exames solicitados. Além dos exames, também é necessário levar em conta o valor da consulta médica, se o paciente estiver custeando tudo de forma particular. Por outro lado, pacientes que possuem plano de saúde podem ter o valor integral de consultas e exames custeados pela sua operadora de saúde, a depender da modalidade do seu plano.

4 dicas na hora de fazer um check-up

1. Durante as consultas, sempre tenha em mãos os exames anteriores, pois estes resultados podem ser solicitados para que o médico faça as avaliações e comparações necessárias;

2. Entenda antes para que cada exame serve, assim você se sentirá muito mais seguro para passar pelos procedimentos necessários;

3. Cumpra as recomendações e metas estabelecidas após a checagem da sua saúde, assim você diminui os fatores de risco que podem desencadear alguma doença;

4. Realize exames sempre que necessário, mas lembre-se que, quando em excesso, podem prejudicar a sua saúde. Por isso, siga a recomendação médica.

Agora que tiramos suas dúvidas sobre a realização do check-up geral, tente se lembrar: qual foi a última vez que você deu a devida atenção para a sua saúde?

O check-up não é somente sobre realizar exames, é sobre cuidar de você! Para isso, o plano de saúde pode ser um importante aliado, cobrindo uma diversidade de procedimentos médicos. Para saber se adquirir um plano de saúde compensa para você, leia esse post.

Conteúdo desenvolvido em parceria com a Médica de Família e Comunidade Morgana Pordeus (CRM 17185).

Rodapé da página.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência de navegação, personalizar conteúdo e melhorar o desempenho do site. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Cookies e de Privacidade.