Mamãe e Bebê 22 de Abril de 2021

Quando tomar vacinas na gravidez? Conheça as 3 mais recomendadas!


Tire todas as suas dúvidas sobre as vacinas na gravidez e descubra quais são as 3 mais importantes para garantir o fortalecimento do sistema imunológico da gestante e do bebê!

Mulher tomando vacinas na gravidez
Que as vacinas são essenciais para a prevenção e promoção à saúde das pessoas em geral, sabemos bem, não é mesmo? E durante a gestação não é diferente, a devida vacinação é crucial para prevenir doenças e suas complicações tanto para a mãe quanto para o bebê.

Dessa forma, a imunização materna é um cuidado fundamental durante esse período. Para entender melhor a importância das vacinas na gravidez e quais são as mais recomendadas, confira abaixo as dicas da Dra. Lícia Pontes, médica infectologista da Unimed Fortaleza!

Por que tomar vacinas na gravidez?

A mulher grávida é mais susceptível à contaminação de agentes infecciosos, visto que o seu sistema imunológico passa por uma série de alterações durante a gestação.

Uma vez contaminada por doenças infecciosas, a gestante poderá precisar de tratamentos que nem sempre são seguros para a sua saúde e a do seu filho, pois a gestação é um período que possui suas particularidades. Além disso, as doenças infecciosas podem acarretar danos graves para a saúde do feto, tais como:

  • Malformação do sistema nervoso central e do sistema cardiovascular;
  • Parto prematuro;
  • Aborto espontâneo;
  • Morte fetal.

Dentre outras consequências para a saúde da própria mulher que, em casos mais graves, pode levá-la à óbito. Por isso, é imprescindível estar em dia com as vacinas na gravidez. A imunização por meio das vacinas é a forma mais eficaz de fortalecer a imunidade da gestante, protegendo-a de agentes infecciosos que podem ameaçar a sua saúde e a do seu filho.

Ao se vacinar, as gestantes também conferem imunidade de forma passiva ao bebê, essencial em seus primeiros meses de vida, já que seu sistema imunológico ainda estará em formação. Estar em dia com a vacinação é, antes de tudo, um ato de amor da mãe para com o seu filho.

3 vacinas recomendadas na gravidez

1 – Influenza

A vacina contra a influenza (gripe) é uma das vacinas obrigatórias durante a gestação e/ou puerpério. Ela protege a mãe contra a gripe e suas formas graves, já que mulheres gestantes e puérperas são mais susceptíveis a apresentações graves da doença devido à baixa imunidade, sendo consideradas população de risco para gripe por influenza.

Quando tomar?

A vacina contra influenza é a única vacina que pode ser tomada em qualquer mês do período gestacional. Em mães que não tomaram durante os nove meses, essa vacina pode ser aplicada até 45 dias após o parto, que é o período do puerpério. É importante ressaltar que a grávida deve tomar a vacina mesmo que já tenha tomado em uma gravidez anterior.

2 – Hepatite B

A vacina contra a hepatite B também é indispensável na gravidez. No caso de acontecer a transmissão da doença no período perinatal (próximo ao nascimento), a criança pode desenvolver infecção crônica do fígado.
A imunização protege a mãe da doença e o bebê de uma possível infecção nas primeiras semanas de vida.

Quando tomar?

Essa vacina deve ser aplicada em três doses, com intervalo de 30 dias entre a primeira e a segunda, e de 180 dias entre a primeira e a terceira dose.

A indicação é que se inicie a administração da imunização a partir do segundo trimestre do período gestacional. Nesse caso, se a futura mamãe já foi vacinada antes, não é necessária nova aplicação como reforço.

Importante: para a aplicação dessa e das demais vacinas, a gestante deve consultar seu médico obstetra ou infectologista.

3 – Tríplice bacteriana (DTPa)

A Tríplice bacteriana (DTPa) é recomendada em todas as gestações. Ela é indicada para a proteção da gestante contra a difteria, o tétano acidental, a prevenção do tétano neonatal e contra a bordetellapertussis (coqueluche).

Essa vacina permite a transferência de anticorpos ao feto, protegendo-o nos primeiros meses de vida até que possa ser imunizado. Além de proteger mamãe e bebê contra três doenças que já foram responsáveis por muitas mortes no passado: a difteria, o tétano e a coqueluche.

Quando tomar?

A gestante deve tomar essa vacina no período entre a 27ª e a 36ª semana, pois qualquer vacina demora de 7 a 15 dias para poder desenvolver os anticorpos. É fundamental que a mãe tome a vacina no prazo, para que haja tempo de criar e transmitir os anticorpos para o feto. Se acontecer de ela ter seu bebê prematuramente, por exemplo, ele já terá recebido a proteção da mãe.

As três vacinas mencionadas são de administração fundamental no período gestacional. Elas podem ser aplicadas sem problemas, porque são produzidas com base nos agentes infecciosos inativados. Assim, não há riscos de a imunização desencadear a doença.

4 vacinas que são contraindicadas na gravidez

Você sabia que existem vacinas que são totalmente contraindicadas para as gestantes? É que essas vacinas são feitas com o vírus ou bactéria ainda vivos, embora enfraquecidos. Portanto, mesmo que sejam baixos, há riscos de a grávida contrair a doença. Confira quais são essas vacinas:

1 – Dengue

A vacina contra dengue é contraindicada para a mãe tanto durante a gestação quanto durante a amamentação.

2 – Tríplice viral

A tríplice viral age contra o sarampo, caxumba e rubéola e, embora não deva ser administrada durante a gravidez, pode ser tomada no período de amamentação.

3 – HPV

A vacina HPV previne contra o desenvolvimento do câncer de colo de útero, do câncer de vulva, vagina, entre outros. No entanto, apenas pode ser aplicada no período de amamentação.

4 – Varicela (catapora)

A vacina contra a catapora também só pode ser aplicada no puerpério e durante a amamentação.

Atualize o seu cartão de vacinação

Agora que você já sabe mais sobre a importância das vacinas na gravidez, que tal conferir se o seu cartão de vacinas está atualizado? Lembre-se de seguir as recomendações do seu médico obstetra ou infectologista e realize a vacinação em uma clínica de sua confiança.

Encontre um médico da Unimed Fortaleza no Guia Médico Online!

Conheça a Unimed Vacinas

Já pensou em ser atendido com todo o conforto em um ambiente acolhedor para crianças e adultos? Essa é a proposta da Unimed Vacinas, clínica de vacinação particular localizada em Fortaleza.

O espaço possui uma equipe qualificada e humanizada pronta para atender toda a família e não é necessário ser cliente Unimed para ser imunizado no local. Com a opção de realizar o serviço em domicílio, a Unimed Vacinas é a escolha ideal para mamães ficarem em dia com as vacinas na gravidez!

Para facilitar o dia a dia de pais de recém-nascidos, a unidade também disponibiliza Pacotes Especiais para a Primeira Infância, para que o seu filho seja imunizado em datas programas, desde o nascimento! Saiba mais sobre essa e outras vantagens acessando a página da Unimed Vacinas ou ligando para (85) 3209.4317.

Banner Unimed Vacinas

Foto da médica infectologista da Unimed Fortaleza, Dra. Lícia Borges

 

Conteúdo desenvolvido em parceria com a médica infectologista da Unimed Fortaleza, Dra. Lícia Borges Pontes (CRM 9781 CE)

 

Rodapé da página.